Uma Ferrari feita para EUA – A Ferrari California

 

O  coração do modelo é um V8, instalado pela primeira vez na dianteira, de 4.3 litros, e nada menos que 460 cv, atingindo seu torque máximo – 485 Nm – a 5000 RPM. É capaz de voar baixo a 310 km/h e chegar aos 100 km/h em menos de 4 segundos. É o primeiro modelo a contar com o câmbio F1 de sete marchas de dupla-embreagem, que permite trocas mais rápidas e suaves.

Em termos de interior e equipamentos, novos bancos elétricos ajustáveis, de magnésio, foram desenhados para o carro. A cabine é para quatro passageiros, com os bancos traseiros podendo ser substituídos por um espaço extra para bagagem. O acabamento é em alumínio ou em fibra de carbono (opcional). Conta também com um novo sistema de entretenimento, com tela LCD touch-screen de 6.5 polegadas, que inclui navegação por satélite, conexão USB, Bluetooth, disco rígido interno, comandos de voz e conexão para iPod.

Outras inovações que merecem destaque no carro são a introdução de um novo sistema de suspensão, do tipo multi-link, feita especialmente para a traseira, com molas helicoidais e amortecedores a gás. Tal sistema é flexível mediante as diferentes configurações de direção que podem ser escolhidas no bólido, através do Manettino (Confort, Sport, CST-Off). E o sistema de injeção direta de combustível, que permite uma considerável redução na emissão de poluentes.

Anúncios

~ por renatomey em 01/08/2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: